Publicado em Contos

O menino dragão (Capítulo V)

Enquanto o menino voava, ele percebeu que já estava na hora de aterrissar. Assim, ele pousou e continuou andando à pé. Ele estava em um lugar que era muito parecido com um deserto.
Mas, do nada, o chão onde ele estava mudou para uma floresta! De deserto, para uma bela floresta.
O menino ficou pensando “o que foi isso?”. Daí, o ambiente mudou de novo para o campo de flores por onde ele já havia passado.
O garoto estava bem confuso… “o que será que está acontecendo?”, ele pensava.
Mais uma vez, o cenário mudou: para aquele riacho onde o menino parou para beber água e foi atacado por um rinoceronte.
E o cenário mudou de novo… e o menino reconhecia o lugar. Era a casa de seus avós fazendeiros.
Mas o garoto não pôde entrar na casa, porque, antes disso, o cenário mudou para o lugar perto da floresta onde ele encontrou aquele homem estranho.
E o menino viu ele mesmo, conversando com aquele homem! O menino estava com seu corpo normal, sem asas, sem garras e sem cauda. Ou seja, antes de sua transformação!
Então, ele percebeu que sua transformação ficou completa. O menino reparou em si mesmo e descobriu que seu corpo já não era mais de menino, pois tinha todos os membros de um dragão: patas, garras, asas, uma cauda, um focinho e pescoço longo… e também sua pele era vermelha, coberta de escamas!
Quando ele percebeu isso, não teve mais medo algum. Porque era a cor que ele mais amava.
Ao observar a cena da conversa entre ele e o tal homem estranho, o sujeito fez algo antes de desaparecer: o homem se transformou em um dragão negro.
O menino normal (da cena), ao olhar isso, quase foi agarrado pelo dragão negro. Quase foi agarrado porque o menino-dragão (agora dragão vermelho) impediu o dragão negro, de repente.
O menino-dragão, rapidamente, pegou o menino normal e saiu voando com ele, para escaparem juntos.
Após um momento, enquanto voavam para longe, o menino normal disse:

– Você é um dragão?! E está me ajudando?!
O menino-dragão respondeu:
– Você sabe que também é um dragão, certo? Porque eu sou você.
Assustado e confuso, o menino normal falou:
– O quê? Você é eu? Eu sou você? Nós somos o mesmo?
O menino-dragão disse:
– Isso é verdade. Não precisa ficar confuso. Se eu consegui me tornar um dragão, você também conseguirá.
De repente, o cenário todo mudou mais uma vez. O ambiente era aquela floresta, onde surgiu o tigre. E eles viram outro menino normal, lá embaixo na floresta! O garoto estava enfrentando um tigre, atacando com as garras de dragão que acabou de ganhar!
E o menino-dragão disse para o menino normal que voava, junto dele:
– Viu? Aquele menino também é você! Então, se ele conseguiu ganhar as garras, as outras partes do corpo dele também vão virar partes de dragão. Igual a você, que também vai conseguir.
Antes de terminar a frase, o menino-dragão olhou com seus olhos de dragão para o menino que estava levando. Mas o menino já não era mais normal: nele, as mãos deram lugar para as garras… que logo eram os braços inteiros… de um dragão azul.

Publicidade

Autor:

Apenas um guri cheio de sonhos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s